Siga-nos

ON_DI_A.F.E.1

ON_MI_A.F.E.1

Televisão

RedeTV! prorroga redução salarial e jornalistas denunciam “coação”

Jefferson dos Anjos

Publicado

em

A RedeTV! anunciou aos funcionários nesta sexta-feira, 16, que irá prorrogar a redução de 25% dos salários por pelo menos mais 60 dias.
Ouça este artigo

A RedeTV! anunciou aos funcionários nesta sexta-feira, 16, que irá prorrogar a redução de 25% dos salários por pelo menos mais 60 dias, totalizando oito meses de corte. Incomodados com a situação, alguns jornalistas da emissora decidiram fazer uma carta e denunciaram que estão sendo coagidos a concordarem com a medida, sob risco de demissão.

As informações foram divulgadas pelo Notícias da TV. Ao portal, a RedeTV! alegou que a redução está dentro de uma possibilidade oferecida pelo Governo Federal, por conta da crise causada pela pandemia do novo coronavírus (Covid-19).

Reynaldo Gianecchini comenta relação de Camila e Edu: “Eu não vejo culpa.”

“Qualquer interpretação diferente dessa é apenas uso político pelo sindicato de uma realidade que atinge o país e o mundo”, justificou a emissora. Através de uma assembleia realizada na última quarta-feira, 14, os profissionais do Jornalismo da RedeTV! disse que não vão assinar os novos contratos.

“É importante frisar e denunciar que nós temos nos sentido coagidos a assinar esses aditivos contratuais sob ameaça e aceno de que quem não o fizer será demitido. Não podemos aceitar mais esse corte nos vencimentos sob pena de passarmos quase o ano inteiro com rendimentos reduzidos e, o que é pior, corrermos o risco de terminar 2020 com o 13º bem menor”, diz a carta aberta.

ON_DI_C.F.E.1

ON_MI_B.F.E.1

Regina Casé e Chay Suede já gravaram cena crucial de Amor de Mãe

O texto foi antecipado pelo site TV História, a qual a reportagem também teve acesso. “Se aceitarmos mais essa redução, ao final de 2020, a RedeTV! terá deixado de pagar R$ 6.860,16 para cada um dos jornalistas que ganha em média, com as duas horas extras, o piso de R$ 3.375,59 por mês, mas passa a receber R$ 2.613,35 durante oito meses de redução, com mais um décimo terceiro também menor”, diz outro trecho.

“Esse número será maior apenas para quem ganha acima do piso”, ressaltam ainda os jornalistas. O Sindicato dos Jornalistas do Estado de São Paulo, que já havia ressaltado o desacordo com a situação em agosto, quando os funcionários tiveram que assinar um acordo prorrogando a medida até outubro, voltou a condenar a atitude.

ON_DI_D.F.E.1

ON_MI_C.F.E.1

Fora do SBT, Lívia Andrade fala sobre bastidores do Fofocalizando

A reclamação consiste em dizer que a RedeTV! é a única grande rede de televisão que continua prorrogando nacionalmente o corte de 25% dos salários, e da jornada de trabalho, como uma tentativa de “aumentar ainda mais os rendimentos”.

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Publicidade

TRUDIV

ON_DI_B.F.D.1

Publicidade

ON_DI_C.F.D.1

© 2020 Oba! Noticias. Todos os direitos reservados.