Siga-nos

Famosos

Mulher de Pyong Lee é processada por suposta fraude em sorteio de instagram

Avatar

Publicado

em

O caso do sorteio promovido por Sammy Lee, mulher de Pyong Lee, que virou assunto de polícia ganhou novos contornos e agora vai para os tribunais.

A mulher de Pyong está sendo processada por danos morais, em uma ação de R$ 50 mil reais, por supostamente ter fraudado um sorteio promovido no instagram. Quem move o processo é a estudante Tanya Bertoglio, que afirma ser a vencedora do concurso.

A jovem pede para receber o carro do sorteio, um Renault Kwid que vale R$ 34.990 mil, além de indenização por danos morais de, no mínimo, R$ 15 mil.

Grazi Massafera recusa convite para Verdades Secretas 2

“Minha cliente se empenhou muito para participar do concurso. Foi um sorteio legalizado que foi feito completamente fora do regulamento. Foi uma promoção que envolvia você seguir 55 pessoas, ou seja, todos beneficiados com essas curtidas”, diz a advogada Ellen Almeida, que a representa.

Entenda o caso envolvendo Sammy, mulher de Pyong

O sorteio foi divulgado no instagram de Sammy no último mês de maio.

Dizia respeito a um Renault Kwid e, para ter a participação validada no concurso, sendo os principais:

– Ser maior de 18 anos

– Comentar na foto oficial do evento marcando dois amigos.

– A página do interessado deveria estar aberta para o público

– Seguir outros 55 perfis parceiros

A confusão maior disse respeito a última cláusula. Foi divulgado que o sorteio seria realizado no dia 5 de junho, por lotomania, um sistema de sorte.

Cada comentário que era feito na postagem oficial atribuía ao usuário que a fez um número, inserido em uma planilha. Um dos perfis parceiros, o @aquitempremios, possuía a planilha com todos os números.

Band corta Lacombe de reprises do Aqui na Band

A confusão começou no dia 09 de junho. A Quasar Treinamentos, empresa mandatária do concurso, informou que o @aquitempremios não era mais parceiro e o @presentesdasammy seria agora o responsável por esta parte da planilha e do anúncio do ganhador.

A data também foi mudada, para o dia 12 de junho.

Processo

A defesa de Tanya alega que as alterações no sorteio foram feitas sem que existisse uma mudança no regulamento junto ao orgão que fiscalizava o concurso e, por isso, o número válido é o do dia 05 de junho, que seria o de Tanya.

“Várias pessoas me mandaram mensagens falando que eu teria sido a ganhadora se ela tivesse seguido o regulamento da forma correta. Sammy agiu por conta própria.”, diz Tanya.

Além de Tanya, outra pessoa, Giselly Laurie, impetrou um B.O, afirmando ser a vencedora.

Caso de Giselly

Giselly Laurie alega no B.O, então, que no dia 15, recebeu um contato da assessoria de Sammy a informando que ela era a vencedora. Além disso, de acordo com a mesma, diversos amigos entraram em contato com ela para informar que ela venceu o carro.

“No dia 12, quando saiu o resultado da Lotomania, comecei a receber mensagens de pessoas falando que eu tinha ganhado o carro. As pessoas viram o resultado e olharam a planilha e, realmente, os números estavam batendo.”, conta Giselly.

No outro dia, porém, outra pessoa foi anunciada como vencedora.

Ela conta que a planilha foi fracionada e os números alterados.

Quando fui conferir no dia 12, só tinha um documento. Depois, no dia 13, tinham cinco planilhas e os comentários foram fracionados. Nessa segunda vez, o número da sorte da Lotomania não era mais meu.

Giselly não foi procurada novamente pela assessoria da mulher de Pyong para qualquer explicação sobre a confusão de acordo com a mesma. A internauta fez uma denúncia a Secap (orgão que autorizou e certificou a promoção) e, segundo ela, eles a incentivaram a procurar o Procon, pois diversas pessoas haviam reclamando que as regras do sorteio não foram seguidas.

Veja a postagem do instagram com o resultado:

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Continue navegando ;)

© 2020 Oba! Noticias. Todos os direitos reservados.